Quarta-feira, 23 de Julho de 2008

Eu gosto da cidade.

 

 

Eu gosto da cidade
Cada canto, cada esquina
Cada pranto, cada velho
Alvoroço, cada moço
Que corre, atropela
Para cá e para lá
Olá, como está?
Eu gosto da Cidade
Que tem alma
Da gente que a percorre
Do desconhecido, conhecido
Do amigo atrás de quem se vai
Do amigo do qual tudo se quer
Eu gosto da Cidade
E do prazer de cada madrugada
Sair de casa alada
E atirada à Vida
Amada e mais amada
Vivida e convivida
Eu gosto da Cidade
A gente em fila, o rio
O burburinho, o falar, pássaros a chilrear
Algazarra, multidão, o mar em fúria
Azulejo em cada monumento, beleza e arte
De uma seara ao vento
Criança tenra e terna em seu palrar
É verde, tão verde de encantar!
Eu gosto d’Eça
Eu gosto da Cidade
Mas não das Serras
Com essa intensidade
Eu gosto da Cidade
Que tem Alma
Eu gosto da Cidade
Que me acalma.
Publicado por Isabel Sá Lopes às 18:20

Link do Post | Comente Este Post | Adicionar aos Favoritos
|

.Mais sobre Isabel Sá Lopes

.Pesquisar Neste Blog

 

.Recentes Declamações

. Eldorado - Edgar Allan Po...

. Um Sonho Noutro Sonho - E...

. A Vindima

. Dia luminoso, lavado

. Aliviai

. A propósito do Dez de Jun...

. Florbela espanta

. Tiquetaque

. Ondas

. Ladainha

. Mar e Fogo

. Retrato

. Outono

. Amizade

. Estou Cansado

. Dobrada à Moda do Porto

. Viajar

. Eu gosto da cidade.

. Ler, Mãe

.Arquivo

. Julho 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.Links

.Contador de Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds