Quinta-feira, 11 de Setembro de 2008

Amizade

Amizade

 

Estou aqui. Estou com vontade de não estar.

Lá fora vento, vento frio desabrido

Cabelos em farripas no ar

Gente abafada, agasalhos rentes ao pescoço

O alvoroço, de correr para casa

O desejo de não se constipar

Fugir à gripe e à rinite

Eu sinto o mesmo e fico

Por mim já me tinha ido embora

Por mim que não gosto de esperar

De estar só, do mau tempo

Eu que detesto o vento

Faz-me mal

É sempre um mau sinal

Do vento frio nada de bom espero

Desespero quase sempre

Será desta vez diferente

Estou aqui e este facto em si

Explica a Amizade

Isto não é bondade

Nem paciência, nem dormência

Isto é gostar de ver,

de comunicar, de saber

Se dou, recebo mais

O que dou e recebo nunca é demais

A vida sem isto pouco vale

O amigo não nos pede nada

Não nos dá notícias más

Não viramos as costas e zás

O amigo sossega o coração

E sempre estende a mão

Por isso eu estou aqui

Apetecendo-me ir embora

Não vás. Tu és capaz

Não vou. Aqui estou.

 

 

Isabel Sá Lopes

Publicado por Isabel Sá Lopes às 16:36

Link do Post | Comente Este Post | Adicionar aos Favoritos
|

.Mais sobre Isabel Sá Lopes

.Pesquisar Neste Blog

 

.Recentes Declamações

. Eldorado - Edgar Allan Po...

. Um Sonho Noutro Sonho - E...

. A Vindima

. Dia luminoso, lavado

. Aliviai

. A propósito do Dez de Jun...

. Florbela espanta

. Tiquetaque

. Ondas

. Ladainha

. Mar e Fogo

. Retrato

. Outono

. Amizade

. Estou Cansado

. Dobrada à Moda do Porto

. Viajar

. Eu gosto da cidade.

. Ler, Mãe

.Arquivo

. Julho 2009

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

.tags

. todas as tags

.Links

.Contador de Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds